Cronêmico

Da Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para a navegação Ir para a pesquisa

A Cronémica é a disciplina que estuda o tempo e em particular a sua concepção em contextos humanos e consequentemente a sua percepção , organização e manifestação. É a semiótica do tempo, segundo uma definição da glottodidatta Caterina Cangià [1] .

Freqüentemente com uma abordagem intercultural, a crônica busca compreender a maneira e as maneiras pelas quais o ser humano socializado percebe e organiza o tempo. É "o estudo do potencial comunicativo da organização do tempo e da forma como afeta a ação, as interações, a comunicação dentro de uma cultura e entre diferentes culturas". [2] O psicólogo Luigi Maria Anolli também tratou da cronemia, afirmando que esta "diz respeito à forma como os indivíduos percebem e utilizam o tempo para organizar suas atividades e para marcar sua existência. Como área de pesquisa na CNV ainda é a começar, mas o tempo é uma variável básica para a comunicação. A cronemia, que faz parte da cronobiologia , é influenciada pelos ritmos circadianos que afetam os ciclos fisiológicos e psicológicos do sujeito no período de 24 horas, como a alternância entre sono e vigília " [3]

Observação

  1. ^ Cangià Caterina (1998) L'altra glottodidattica. Crianças e língua estrangeira entre o teatro e o computador, Florence, Giunti, p. 69
  2. ^ Giaccardi Chiara (2005) Comunicação intercultural, Bolonha, Il Mulino, p. 112
  3. ^ Anolli L. (2002) editado perto, Psicologia da comunicação, Bolonha, Il Mulino, pp. 235-236

Bibliografia

  • Cangià Caterina (1998) O ensino de outras línguas. Crianças e língua estrangeira entre teatro e computador, Florença, Giunti
  • Anolli L. (2002) editado por, Psychology of communication, Bologna, Il Mulino
  • Graziella Priulla e Maria Eugenia Parito (2004) Crônica: a dimensão temporal , em "Sociologia da comunicação", Faculdade de Ciências Políticas, AY 2004-2005, Catânia, Universidade de Estudos
  • Giaccardi Chiara (2005) Comunicação intercultural, Bolonha, Il Mulino
  • Poyatos F. (1983) Novas perspectivas na comunicação não verbal: estudos em antropologia cultural, psicologia social, linguística, literatura e semiótica, Oxford, Pergamon press
  • Smaldone C. (2006) Tempos cronêmicos e espaços proxêmicos, Riforma & Didattica, n. 3 - verão, Resumo (editado por G. D'Angelo), Reggio Calabria, Falzea Sociologia da Comunicação, Faculdade de Ciências Políticas, AY 2004-2005, Catania, Universidade de Estudos
  • Zucchermaglio Bruno (2012) Da cronêmica à sensação tátil. A percepção de tempo e espaço para o ensino intercultural, Salerno, Booksprint Edizioni